terça-feira, 16 de julho de 2019

Seminário: “Erasmus+: aprender e partilhar”


 No dia quatro de julho a Escola Secundária de Amarante dinamizou o seminário “Erasmus+: aprender e partilhar”. Tratou-se de uma ação de formação de curta duração que visou replicar as aprendizagens adquiridas pelos docentes da ESA em mobilidades ao estrangeiro no âmbito do projeto KA1 Erasmus+: Learning and Sharing. Os docentes da ESA dinamizaram três workshops cujas temáticas aglutinadoras eram as ferramentas educativas inovadoras centradas no aluno, o trabalho de projeto e CLIL (Content Language Integrated Learning). Além dos participantes do projeto, foram ainda oradores Ângelo Simões e Isabel Serra, da Escola Secundária Felismino Alcântara de Mangualde, e Maria Inês Rodrigues, da Escola Secundária de Gondomar, que partilharam as suas boas práticas relativamente ao Project Based Learning e Autonomia e Flexibilidade Curricular. 
 Tratou-se, por conseguinte, de uma experiência muito enriquecedora, e também de um espaço de reflexão sobre os benefícios da participação das instituições de ensino em projetos de dimensão europeia e transnacional.






Fotos de Elsa Cerqueira:


sexta-feira, 5 de julho de 2019

Débora Gonçalves premiada em Festival de Cinema


 A jovem realizadora amarantina Débora Gonçalves, ex-aluna da Escola Secundária de Amarante, foi distinguida com uma Menção Honrosa - Grande Prémio Nacional no FEST New Directors, News Films Festival, com o filme "Teus braços, minhas ondas".
Muitos Parabéns, Débora Gonçalves!

[O Clube de Cinema e o Plano Nacional de Cinema da ESA a darem os seus frutos]

terça-feira, 18 de junho de 2019

DISTINÇÕES: ESCOLA(S) AMIGA(S) DA CRIANÇA


 "O Cinema de Animação como Inclusão" (Escola Secundária de Amarante) e "Filosofia com Cinema para Crianças" (Escola EB 1/JI de Amarante), eis dois projetos distinguidos na categoria de Cidadania e/ou Inclusão, enquanto " ideias extraordinárias", possibilitando a obtenção do selo Escola Amiga da Criança por cada uma das instituições educativas nomeadas. O concurso nacional “Escola Amiga da Criança” é promovido pela Leya, Confap e Eduardo Sá.
 Tenho muito Orgulho nas CRIANÇAS E JOVENS, nos PROFESSORES, nas ESCOLAS, nos PARCEIROS, que me apoiam voluntariamente e (pre)sentem o papel transformador e criador do CINEMA na Educação. Muito grata.

Elsa Cerqueira
______________________

A Comissão de Avaliação da «Escola Amiga da Criança» foi constituída pelos seguintes elementos: 
Dr. Jorge Ascenção (Presidente da CONFAP) 
Dr. Eduardo Sá (Psicólogo)
Dra. Isabel Alçada (Assessora para a Educação da Presidência da República) 
Dr. José Vítor Pedroso (Diretor-Geral da DGE) 
Dr. Leandro Armando (Juiz-Conselheiro) 
Dr. José Matias Alves (Professor Universitário e Coordenador do Serviço de Apoio à Melhoria da Educação)
Dra. Ariana Cosme (Professora Universitária, coordena (em colaboração) o Observatório de Vida nas Escolas)
Dra. Isabel Stilwell (Jornalista)


Nota Marginal: como é possível que o Programa de Educação Estética e Artística se tenha esquecido do Cinema?!

quarta-feira, 12 de junho de 2019

Primeiro-ministro e Ministro da Educação inauguram obras de requalificação da Escola Secundária de Amarante


 Decorreu, no dia 05/06/2019, a inauguração das obras de requalificação da Escola Secundária de Amarante. A cerimónia, que contou com a presença do Primeiro-ministro, António Costa, do Ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues, e do Presidente da Câmara, José Luís Gaspar, teve início cerca das 11:00 horas, tendo as entidades convidadas sido recebidas em festa com a atuação do grupo de bombos Zés P’reiras – Unidos da Paródia, que integra vários alunos da escola, e pelo diretor, Fernando Sampaio. 
 Após o descerramento da placa de inauguração, deu-se início a uma visita pelas instalações da escola, onde foi possível observar algumas exposições de trabalhos de alunos e uma exposição fotográfica relativa à evolução das obras ao longo de cerca de 7 anos. 
 Assinalando-se no dia 5 de junho o dia mundial do ambiente, decorriam no auditório da escola várias atividades, organizadas pelo clube ESAmbiente, e uma exposição de trabalhos, realizados ao longo do ano, que motivaram grande interesse por parte de todas as entidades e deram lugar a interessantes momentos de interação do Primeiro-ministro e do Ministro da Educação com alguns dos cerca de 300 alunos envolvidos, tendo estes, num momento muito simbólico, entoado o tema Sing For The Climate (Do It Now!). 
 Logo de seguida, os alunos da Associação de Estudantes e a Rádio Escola interpelaram o Primeiro-ministro e o Ministro da Educação, num espaço repleto de alunos, colocando-lhes interessantes questões sobre a educação escolar nos dias de hoje. 
 A visita prosseguiu com passagem pelas instalações desportivas, onde decorriam diversas atividades nos seus múltiplos espaços, a que se seguiu o novo refeitório e o novo bloco A. 
 Foi neste último espaço que decorreu o momento mais formal da cerimónia inaugural, tendo o Diretor, o Presidente da Câmara, o Ministro da Educação e o Primeiro-ministro proferido as suas intervenções. No final da intervenção do diretor, houve ainda espaço para a brilhante declamação de um poema de Teixeira de Pascoaes pela Evandra, aluna da turma 10º CLH1. 
 O Diretor agradeceu, em nome da comunidade educativa, a honra concedida pelo Primeiro-ministro e pelo Ministro da Educação com as suas presenças, sublinhando também a importância do momento já que assinala a conclusão, por todos ansiada, das obras de requalificação da Escola secundária de Amarante. 
 O Presidente da Câmara relevou a importância desta instituição na região, que agora reúne ainda melhores condições para cumprir o seu projeto educativo; destacou o apoio e a atenção que a edilidade sempre conferiu à escola, no sentido de proporcionar as melhores condições de aprendizagem aos jovens amarantinos, sublinhando a vontade de prosseguir esse esforço; e sublinhou, ainda, a importância das decisões governamentais para a criação de condições que permitam ao poder local criar oportunidades de trabalho que promovam a fixação dos jovens nas regiões do interior. 
 O Ministro da Educação referiu que a requalificação desta escola teve vários percalços e, voltando-se para o diretor, disse pretender "prestar, com muita humildade, um tributo a esta comunidade e a esta escola", que nunca desistiu. Lembrou, ainda, os vários contactos que teve com o diretor e que sempre lhe mostrou o seu empenho, garantindo-lhe que tudo faria para que as obras fossem concluídas. "Eu disse ao senhor diretor que nós íamos conseguir. Que era difícil, que era árduo, que muitas vezes, como políticos, como cidadãos, falhamos, mas que íamos conseguir. " 
 O Primeiro-ministro começou por deixar uma palavra à comunidade escolar de Amarante, tendo em conta os problemas que houve com a concretização das obras iniciadas em 2011 e interrompidas por duas vezes. “Quero agradecer não ter desistido e de ter mantido a exigência e a persistência de não deixar que estas obras interrompidas não tivessem uma conclusão”. Destacou o dinamismo desta escola, bem visível na capacidade de saber aproveitar, no passado ano letivo, a possibilidade de aderir, numa experiência piloto, ao Projeto de Autonomia e Flexibilidade Curricular. Salientou o esforço do governo na área da educação, destacando a descentralização para os municípios, a autonomia das escolas e a flexibilidade; mencionou que estamos a recuperar o tempo que perdemos ao longo de muitas décadas de desatenção com a educação; referiu que “o maior défice estrutural que o país tem é o défice das qualificações”. Salientou, ainda, o esforço que tem de continuar a ser feito no sentido de diminuir o abandono escolar, prevendo-se que em 2020 este se situe nos 10%, acrescentando que “chegados aos 10% em 2020, a meta que nós temos de nos propor é mesmo a taxa zero no abandono escolar precoce, porque essa tem de ser a ambição coletiva do país”; e defendeu, ainda, que outra das metas é que em 2030 pelo menos 60% dos jovens com 20 anos de idade estejam a frequentar o ensino superior.

sexta-feira, 24 de maio de 2019

ESA em Almansa, Espanha

Professores da ESA estiveram em Almansa, Espanha, no âmbito dos projetos Erasmus+ 


 Os professores Laura Pinheiro e Pedro Carvalho, da Escola Secundária de Amarante, estiveram em Almansa, Espanha, nos dias 20 e 21 de maio, para representarem Portugal na reunião de conclusão de trabalhos relativos ao projeto internacional Erasmus+ Measuring With Maths. Este projeto, que teve a duração de dois anos, tratou-se de uma parceria estratégica envolvendo cinco escolas oriundas de quatro países europeus, a saber, Espanha, Irlanda, Dinamarca e Portugal, tendo como objetivos principais a partilha de boas práticas no âmbito das metodologias usadas no ensino da matemática e consequente melhoria nos resultados dos alunos nesta disciplina. Na Escola Secundária de Amarante este projeto envolveu vários docentes e quatro turmas, duas de oitavo ano (8º A e 8º B) e duas de décimo-primeiro ano (11º CT3 e 11º CT4). 
 Os professores estiveram presentes em várias reuniões de trabalho, com mais dezoito docentes representantes dos outros países parceiros. Fez-se um balanço das atividades desenvolvidas ao longo destes dois anos e reuniram-se todos os materiais que serão incluídos num booklet, que será o produto final do projeto. 
 Os docentes visitaram as instalações da escola Colegio Príncipe de Asturias, uma instituição de ensino muito ativa com ensino bilingue, onde puderam recolher informações sobre o sistema de ensino espanhol e assistir a aulas ministradas por colegas do pais anfitrião. 
 Apesar da sua curta duração, foi uma experiência gratificante tanto a nível pessoal como profissional.


segunda-feira, 6 de maio de 2019

Diálogos entre planos de cinema. Encontro de olhares.

 Não há prazer comparável ao de encontrar um velho amigo, a não ser o de fazer um novo.
 Rudyard Kipling

 Numa proveitosa união de esforços, a Escola Secundária de Amarante e a Escola Secundária Eça de Queirós, da Póvoa de Varzim, prepararam um programa conjunto de exploração do cinema em contexto escolar.
 Através dos respetivos Planos Nacionais de Cinema, as duas instituições pensaram uma atividade que se reveste de alguns aspetos particulares, que consideramos pertinente enunciar. Assim, sob o título genérico “Diálogos entre Planos de Cinema. Encontro de Olhares”, pretende-se ativar uma forma alternativa de trabalhar as dinâmicas subjacentes à exploração das imagens em movimento, ampliando-as através de uma parceria que deseja envolver as respetivas comunidades educativas, promovendo encontros e estreitando laços, que se espera tenham continuidade em futuras iniciativas.
 Numa primeira fase, será a Escola Secundária Eça de Queirós a visitar a Escola Secundária de Amarante. Este encontro inaugural, previsto para o dia 9 de maio, terá como objetivo central o contacto com uma figura ímpar do primeiro modernismo português, de seu nome Amadeo de Souza-Cardoso. Através de um programa ambicioso, que inclui a projeção de filmes, palestras, debates e uma visita ao museu homónimo, espera-se que os alunos penetrem nesse segredo da arte moderna que é Amadeo, conhecendo a obra e o homem.
 No ano letivo 2019-2020 será a vez da Escola Secundária Eça de Queirós ciceronear a visita dos alunos de Amarante, oferecendo um programa, ainda em preparação, sobre a cultura poveira e as suas figuras e gentes.
 A montante destas preocupações mais técnicas, encontra-se uma vontade genérica não menos importante. Consideramos que o grande objetivo deste intercâmbio reside na vontade de promovermos um encontro franco e aberto entre os participantes das duas escolas. Reputamos de muito importante, esta capacidade de estabelecermos um diálogo positivo entre duas realidades educativas, porventura distintas, estimulando nos nossos alunos o gosto pela descoberta do outro, promovendo a socialização e a curiosidade pela cultura de outras geografias. Kipling afirma na bela frase em epígrafe, que não há prazer comparável ao de encontrar um velho amigo, a não ser o de fazer um novo. Então, se os alunos se enamorarem pela arte de Amadeo de Souza-Cardoso e, sobretudo, se fizerem novos amigos nesta viagem de descoberta, terá sido um dia definitivamente conseguido.

 Os coordenadores do PNC da ESA e da ESEQ, 
 Elsa Cerqueira & Luís Nogueira

Programa:

10h 00
Boas Vindas
Diretor Fernando Sampaio.
Apresentação – Elsa Cerqueira e Luís Nogueira

10h 30
Plano Nacional de Cinema – Escola Secundária de Amarante
Breve história do PNC da ESA – Elsa Cerqueira
Curtas-Metragens
Crime, Abismo Azul, Remorso Físico, Edgar Pêra, 2009, 11´
Vida e Obra de Amadeo de Souza-Cardoso, Júlio Cunha

11h 30
Plano Nacional de Cinema – Escola Secundária Eça de Queirós, Póvoa de Varzim
Breve história do PNC da ESEQ – Luís Nogueira e Ondina Morim
Filmes do Palmarés do 12.º Concurso de Vídeo Escolar 8 e Meio

12h 30 Pausa para Almoço

14h 00
Visita ao Museu Municipal Amadeo de Souza-Cardoso
Filme – Amadeo de Souza-Cardoso – O Último segredo da Arte Moderna, Christophe Fonseca, 2016, 52´

quinta-feira, 28 de março de 2019

A essência dos Jovens Repórteres para o Ambiente (JRA)

 Se pudesse projetar memórias para uma página branca que preservasse o movimento da lembrança, sem dúvida esta jornada seria uma delas. Jovens Repórteres para o Ambiente. Muitos descrevem, sucintamente, como uma comunidade ambiental que procura motivar os jovens para os problemas do mundo em que vivemos, no entanto, após viver tal experiência este torna-se muito mais. 
 A Formação JRA não me trouxe só consciência ambiental enquanto elemento da sociedade, mas também vivências, experiências e pessoas dinâmicas e com força de vontade para conquistar a mudança, com quem ainda mantenho o contacto. 
 Pessoalmente, sempre tive muito interesse por questões como esta, no entanto nunca tive quem me desse oportunidades ou motivação para despertar este senso de mudança que tinha em mim. Por tal, agradeço aos "Pais Eco" da ESA que, tal como eu, têm um senso ambiental para a mudança forte, determinado e dinâmico. A experiência não seria o mesmo sem eles. 
 Durante a formação JRA, tive um conjunto de palestras motivadoras e interessantes. Após ouvir fotógrafos ambientalistas, realizadores, funcionários das mais diversas empresas/instituições relacionadas a esta área, senti-me fortemente motivada a repetir a experiência e a, sem dúvida, apostar neste campo, de modo a contribuir com uma ação ativista, puramente pelo senso de mudança e força de vontade que isto me trouxe. Dedicação. Essa é a chave. Até a "Mãe Eco" da ESA afirma que a dedicação salva qualquer causa quando se acredita nos valores desta. Acredito que os JRA vão fazer a mudança, não só no mundo, como nas pessoas que o habitam... esta é a essência dos JRA! Companheirismo, dedicação, forte senso de mudança e uma vontade extraordinária. Os Jovens Repórteres para o Ambiente são desafiados a investigar, reportar e comunicar um determinado tema desenvolvido nas vertentes de investigação e jornalismo na área da Educação Ambiental. 
 Para se ser um Jovem Repórter para o Ambiente estes são os requisitos, sem esquecer o dinamismo, e, claro, a criatividade acima de tudo. 
 As pessoas tornaram a experiência muito mais agradável. Através dos nossos mentores e freelancers pudemos sentir a emoção de fazer parte desta família, de pertencer a uma iniciativa com tanto positivismo e com uma ação tão forte, determinada e autêntica. Todos os momentos foram de crescimento não só civil mas também pessoal. É esta a pessoa que quero ser, não quero ser só um mero espetador.. eu quero fazer parte desta onda de mudança. 
 Poder passar isto a outros que tal como eu podem ter esta iniciativa interior, sem dúvida é algo que quero fazer. 
 Muitos acreditam que mudança seja algo difícil, uma "utopia" até... mas com esta família aprendemos que tal é real e possível. Os JRA não são uma organização, mas um sentimento de iniciativa derivado de uma consciência enquanto indivíduo, de uma força de vontade capaz de mover corações e de um senso de mudança capaz de tornar o sonho em algo real. 
 Se te identificas com este sentimento de mudança, podes visitar https://jra.abae.pt/ ou http://www.yre.global/our-programme-yre/ ou o Clube do Ambiente da Escola Secundária de Amarante, às quartas-feiras, das 16h30 às 17h20, na Biblioteca da Escola Secundária de Amarante, com as professoras Lurdes Monteiro de Biologia e Alice Sousa de Educação Física. Envolve-te e ajuda a formar cidadãos responsáveis rumo aos objetivos do desenvolvimento sustentável 2030. 

 Vânia Silva, Jovem Repórter para o Ambiente, Amarante.